Os escritórios abertos foram alvo de muitas críticas recentemente. Pesquisas apontam baixa produtividade e doenças relacionadas a eles. E as caixas cúbicas, monotonas, nao são um visual muito inspirador.

Mas o design do artista frances Benoit Challand pode fazer você pensar diferente. No seu conceito para Fold Yard, cada mesa do escritório aberto tem a forma de uma letra do alfabeto. A tipografia transformada em mobiliário funcional celebra a beleza das letras em grande escala. Os formatos das letras são abstratos a menos que sejam vistos do alto, quando eles formam palavras ou frases.

Claddand é especialista em CG, arte digital e direção de arte e já trabalhou para a Nike, Cartier e Olgilvy. Esta não é sua primeira incursão no âmbito da tipografia escultural em grande formato: em outro projeto, ele construiu letras a partir de eletrodomésticos, laptops, altofalantes e máquinas de lavar.

O design de Clallad é muito mais uma tentativa original de tornar os escritórios modernos mais vivos do que, diriamos, uma mesa de totó. Você pode sentar numa mesa com format de A, sentindo-se à proa de um navio, ou, quando em uma curva de um D, mais confortável do que encaixotado em um cubiculo tradicional. Se os escritórios abertos forem assim tão legais, talvez não sejam odiados por todos.

Fonte: Fastcodesign