Constantemente tenho recebido e-mails ou mesmo mensagens pelo twitter ou Messenger, me perguntando “Como e de que forma buscar informação que realmente acrescenta?”. Hoje vivemos uma época da saturação de informação, redes sociais, ferramentas sociais (leia-se twitterfacebookorkutmyspaceyoutubevimeo entre outros) mas como designer e profissional (e também ser humano…) o que realmente vale a pena buscar?

Tenho algumas idéias, as quais vou dividi-las com os senhores:

1. Tenha foco: Busque somente o que vai agregar valor a você (formação profissional, pessoal ou hobbie). Evite “Gatinho canta errado o hino nacional” ou “O cachorro que pilota kart” a não ser que você seja um estudioso em marketing viral, senão este tipo de informação é dispensável. Concentre-se em realmente vale a pena assimilar ou aprender;

2. Identifique fontes confiáveis: Dezenas, não centenas de vezes me deparei na internet com informações contidas em blogs, revistas digitais ou mesmo sites com credibilidade dúbia os quais vendiam suas idéias como sendo a verdade. E lembre-se, as fontes sempre sustentam conceitos! Evite a Wikipedia!

3. Procure (e siga) indicação de amigos e profissionais: procure amigos e profissionais que estejam antenados com o que acontece de mais novo em suas áreas (seja eles gráfico, vídeo, produto, mídia ou internet). Indicação sempre é a melhor moeda (e mais segura) para fonte de informação;

4. Pesquise e compartilhe: Tenha um blog ou twitter. Uma máxima: massa atrai massa, já dizia o ditado. Quando mais informações você dispuser e compartilhar, mais vai receber.

5. Use mídias sociais: Use twitter, blogs ou outras mídias sociais siga pessoas que agregam valor, boas informações e bons conceitos a sua sede por conhecimento. Evite perfis que só lhe envia spam, promoções ou informação que leva a sites duvidosos. Exclua;

6. Assine revistas impressas ou digitais: Informação off-line nunca esta fora de moda. Diversas vezes usei exemplos de anúncios ou material de comunicação para mostrar um conceito ou uma idéia a ser desenvolvida em um projeto de design;

7. Estude mais de um idioma: Muitos conteúdos tidos como “atuais” e mais “quentes” na internet ou mesmo em mídias off-line são (ou estão) escritos em outros idiomas (inglês, alemão, espanhol, Frances e etc), aumente os seus horizonte e possibilidades de obter informações!

8. Participe de eventos e congressos (digitais ou off-line): Hoje se é possível acompanhar muitos Eventos de forma online (por streaming) não se prive de informação!

9. Veja vídeos focados: Portais de vídeo não servem apenas para ver clipes ou piadas: lá está informação de milhares de profissionais mundo a fora. Vídeos como palestras de phillipe starck, Naville Brody, entre outros profissionais de design estão lhe esperando em portais como vimeo eyoutube.

10. Use seu bookmark do navegador de forma inteligente e organizada: Crie subpastas e as classifique por ordem interesse (Design Gráfico/Escritórios) e sempre que precisar, a informação vai estar lá, cristalina e focada.

É isso. boa pesquisa a todos!

Links que valem a informação:

1.Apple
2. Wired Magazine
3. Abduzeedo
4. Vimeo
5. Smashing Magazine
6. Behance Network
7. Youtube
8. Pixelelement
9. Brands of the world
10. Psdtuts

*Texto publicado no Dizair.org (10 formas de buscar informações) em 10.09.2009