No último dia 29 de julho, começou uma interessante exposição na capital amazonense intitulada “Madeira Memória” cuja autora é Priscila Pinto, Advogada e Artista Plástica erradicada no Amazonas. Mãe de linda garotinha e dona de imenso talento. Seus trabalhos são divididos por “salas”, as quais vemos fragmentos de memória “Além-casa”, “Além-Rio” e “Infância” – uma viagem pela vida da artista e referências ao seu processo de amadurecimento pessoal e profissional.

Obras expressivas, concebidas inicialmente como fragmentos de memória e com interessantes “suportes” que a madeira (ora refugo, ora sobras de serrarias ou pedaços perdidos) podem oferecer à artista, criando interessantes objetos, muito além de simples quadros ou gravuras. Os objetos tem tanta expressão quanto as pinturas em acrílica. (vide galeria abaixo).

E como amigo pessoal e fã do estilo da artista, pude acompanhar alguns pedaços dessa evolução pessoal e artística – as peças que mais me chamam a atenção é a peça onde há dois gatinhos, Siamesa (Darinha) e uma Pretinha (Menina) ambos xodós da artista.

Exposição “Madeira-Memória: Priscila Pinto”
Onde: Centro Cultural Palácio da Justiça
Quando: de 30 de julho a 17 de outubro de 2010
Horários: Terças a Sextas – 10h as 15hs | Domingos: 17h as 21hs
Informações: ccpj@culturamazonas.am.gov.br | (92) 3248-1844