É impossível não ficar emocionado ao lembrar do início de minhas “incursões” no photoshop – mesmo sem saber quase nada na época (1994) comprei meu primeiro PC (um pentium I) e rodei o danado. Agora não mais nos laboratórios de informática da faculdade, mas no conforto do meu lar.

Muitas versões chegaram, ele chegou aos tablet e aos smartphones. Vida longa do rei dos retoques. A homenagem é mais que merecida!

Parabéns Photoshop!